Ópera

La Clemenza di Tito no Theatro São Pedro.

É muito bem vinda a iniciativa do Theatro São Pedro de montar La Clemenza di Tito, a última ópera de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791). Quase inédita em São Paulo, a única produção paulistana de que se tem registro é a do próprio São Pedro, em 2015, em forma de concerto, sob a regência de Marcelo… Continuar lendo La Clemenza di Tito no Theatro São Pedro.

Ópera

Um Sucesso do Carnaval de Veneza: La Finta Pazza.

Um dos mais importantes eventos operísticos do ano está bem longe dos holofotes, dos live streaming e telas de cinema: a produção da Opéra de Dijon e da Opéra Royal de Versailles de La Finta Pazza, de Francesco Sacrati (1605-1650) com libreto de Giulio Strozzi (1583-1652) que abriu, no carnaval de 1641, a temporada do… Continuar lendo Um Sucesso do Carnaval de Veneza: La Finta Pazza.

Ópera

Der Rosenkavalier, Ópera em Três Tempos.

“Trata-se de um muito peculiar entrelaçamento de épocas, destinadas, aliás, a se unirem com uma terceira, que é o período que o leitor um dia talvez aproveite para tomar conhecimento do que comunico. Assim sendo, ele se defrontará com um triplo registro de tempos: o seu próprio, o do cronista e o histórico.” (Thomas Mann.… Continuar lendo Der Rosenkavalier, Ópera em Três Tempos.

Ópera

“Miseria e Nobiltà”: Uma estreia mundial no Teatro Carlo Felice

Na última sexta-feira, 23 de fevereiro, os internautas amantes de ópera, já habituados a ver via streaming os títulos mais populares diretamente dos principais teatros do mundo, se depararam com uma experiência um pouco diferente: a estreia de um novo título, italiano e inédito. O palco dessa estreia foi o tradicional Teatro Carlo Felici, em… Continuar lendo “Miseria e Nobiltà”: Uma estreia mundial no Teatro Carlo Felice

Ópera

“Viva la gente nuova e Gianni Schicchi!”

Mi disse: “Quel folletto è Gianni Schicchi, e va rabbioso altrui così conciando”.  (Dante Alighieri, A Divina Comédia. Inf. XXX, vv. 32-33) E assim Dante Alighieri (1265-1321) instala Gianni Schicchi, segundo ele um “patife”, no décimo compartimento do Inferno de sua Divida Comédia, onde são punidos os falsários. “Os falsificadores de moedas, tornados hidrópicos, são constantemente… Continuar lendo “Viva la gente nuova e Gianni Schicchi!”